Arquivo da tag: distancia

Anjo-Vampiro


Você me domina. Me dá humanidade (fragilidade, crer em milagres). Esse seu acesso a mim, Que me dá o céu e cinzas. Que me dá asas e morte. Que me dá dor e sorte. Tatuagens tuas, minha sina. Seu sorriso … Continuar lendo

Publicado em Crônicas & Poesias | Marcado com , , | Deixe um comentário

Conte as Horas


Conte as horas amor meu, Conte as horas! Para o nosso recomeço, Para o romper de nossa aurora! Conte as horas amor meu, E entre elas todos os instantes, Pois um dia estaremos juntos, Nunca mais, nada distantes. Conte as … Continuar lendo

Publicado em Crônicas & Poesias | Marcado com , , | Deixe um comentário

A Marte, com amor


Tenho ganas de fazer-te feliz! Por todas as melancolias que passaste, Quero de todas, abonar-te… Uma a uma terem um fim. Tenho ganas de arrancar-te sorrisos! Largos e miúdos, discretos ou abertos, Quero sorrir-te quando desperto, Natural, sem sacrifícios. E … Continuar lendo

Publicado em Crônicas & Poesias | Marcado com , , , | Deixe um comentário

Dor de cada Despedida


Cada vez que ela parte É uma dor que dilacera, Erupção que me supera, Dor que não se abate. Ela parte e esperá-la vir É espinho cruciante, Que rasga alucinante Por não saber o devir… Que será de nós, princesa? … Continuar lendo

Publicado em Crônicas & Poesias | Marcado com , , , , | Deixe um comentário

Saudade é bicho que morde!


Saudade é um bicho malvado que gosta de nos mastigar por dentro Saudade é fera revolta que não liga pr’o que diz o bom senso. Saudade é aquilo que nos deixa perto de quem está longe Mas também como nos … Continuar lendo

Publicado em Crônicas & Poesias | Marcado com , , , | Deixe um comentário

Vida Vazia


Como eu percebo esta vida vazia Em cada uma das vezes que te vais Evapora de mim toda alegria Quando por aquela porta, sais. Minha força se aniquila Para em tua boa alma reforjar E me mudar o ânimo de … Continuar lendo

Publicado em Crônicas & Poesias | Marcado com , , , , , , , | Deixe um comentário

O Reencontro


Ela notou-o de longe em meio à multidão de transeuntes. O tempo passado era evidente, mas, de alguma forma, era como um portal se abrisse, a multidão inexistisse e ela caminhou até ele. Sorriu-lhe. Não sabia como ele reagiria. Não … Continuar lendo

Publicado em Crônicas & Poesias | Marcado com , , , , | Deixe um comentário

A gente sabe que ama


Quando acorda feliz porque sonhou com a pessoa, Quando ri sozinho lembrando de algo de que riram juntos, Quando fica nervoso quando vê passar na rua (mesmo que a pessoa não tenha lhe visto!), Quando alguém cita “aquele” nome. A … Continuar lendo

Publicado em Crônicas & Poesias | Marcado com , , , , , , | Deixe um comentário

Mil’açucena


Flor linda do meu sertão Longe de ti, tudo é agreste Nada reverdeja em meu coração Até que nosso exílio se encerre. O Juazeiro tem mais brotos Que cada dia que estás longe, Para rever-te, toda hora me açoito Pra … Continuar lendo

Publicado em Crônicas & Poesias | Marcado com , , , , | Deixe um comentário

No meu Silêncio


Eu te amo no meu silêncio. E na minha distância, eu te amo. E em todos os backspaces que utilizo, Em cada pensamento que sobre ti me ocorre, Ali e aqui, eu te amo. Eu te amo pelo devir, pelo … Continuar lendo

Publicado em Crônicas & Poesias | Marcado com , , , | Deixe um comentário