Arquivo do mês: outubro 2015

Canto a Isolda


Oh Isolda! Que dor em que não há morte Que encerre nem paliativo, É o teu coração sincero e dividido É não poderes desposar dois consortes. Oh Isolda! Que lágrimas incompreensíveis Os demais te zombarão! Te cobrarão a simplicidade De … Continuar lendo

Publicado em Crônicas & Poesias | Marcado com , , , , , , , | Deixe um comentário

Bukowski & Eu


“A pessoa diz que te ama, só até você discordar dela em algo… Diz que ama da boca pra fora, nunca foi de coração… O sentimento se transforma em decepção… Depois disso só nos resta sofrer com a rejeição.” (Marley … Continuar lendo

Publicado em Crônicas & Poesias | Marcado com , , , , , | Deixe um comentário