Arquivo da categoria: Crônicas & Poesias

CONSELHOS PARA A MULHER FORTE por Gioconda Belli


(Nicarágua, 1948) Se és uma mulher forte te protejas das hordas que desejarão almoçar teu coração. Elas usam todos os disfarces dos carnavais da terra: se vestem como culpas, como oportunidades, como preços que se precisa pagar. Te cutucam a … Continuar lendo

Publicado em Crônicas & Poesias | Marcado com , , , , | Deixe um comentário

Present in Absence – John Donne


Para Ele, adapto J. Donne. Se tal posso. “Ausência, escuta o meu protesto Contra a tua força, Distância e duração; Para os corações constantes Ausência é presença; O tempo espera. Meus sentidos querem seu movimento para fora, Os quais, agora … Continuar lendo

Publicado em Crônicas & Poesias | Marcado com , , , , | Deixe um comentário

The Truth the Dead Know by Anne Sexton


Gone, I say and walk from church, refusing the stiff procession to the grave, letting the dead ride alone in the hearse. It is June. I am tired of being brave. We drive to the Cape. I cultivate myself where … Continuar lendo

Publicado em Crônicas & Poesias | Marcado com , | Deixe um comentário

Coragem por Anne Sexton


É nas pequenas coisas que o vemos. O primeiro passo da criança, tão incrível como um terremoto. A primeira vez que você andou de bicicleta, desequilibrando-se pela calçada. A primeira surra, quando seu coração saiu sozinho em viagem. Quando o … Continuar lendo

Publicado em Crônicas & Poesias | Marcado com , , , , , | Deixe um comentário

O que separa os homens


“Alguns podem estranhar que o homem, esse bípede implume, seja também uma catedral de incertezas. Os dois conceitos – catedral e incerteza – parecem mais distantes entre si do que um par de galáxias. À primeira vista, uma catedral deve … Continuar lendo

Publicado em Crônicas & Poesias | Marcado com , , , , , , , | Deixe um comentário

O que me faz humana


O que me faz humana é como sinto sobre você. É a saudade, o aperto no peito e a desilusão. É o adeus não dito, é reviver a nossa carnal dança. O que me faz humana é aceitar a ida, … Continuar lendo

Publicado em Crônicas & Poesias | Marcado com , , , , , , | Deixe um comentário

A César o que é de César, e ao povo o que deve ser mostrado OU… O Memo arrependido do vereador Fransuá Matos


Escrevemos outro dia sobre o sem propósito (ou de propósito populista) projeto de lei do vereador Fransuá Matos/PV-AM : Espaço Democrático nas Redes Sociais: quem perde e quem ganha com esse Projeto de Lei sobre Ponto Facultativo Pois eis que após … Continuar lendo

Publicado em Crônicas & Poesias | Deixe um comentário

Sobre William Waak


Não sou de me interessar pelas demandas globais, afinal, os iguais se agregam. O fato é que depois de tanta aglomeração virtual sobre William Waak, eu fui hoje enfim buscar no google do que se tratava. Consultei este link: Globo afasta … Continuar lendo

Publicado em Amizade, Cidades, Crônicas & Poesias, Diversidades, Opinião | Marcado com , | Deixe um comentário

Meus e Teus


Os olhos que eram teus, De doces, ficaram tristes. De esperança, vertem saudade. De alegria, brilham tristeza, Porque te foste. Os lábios que eram teus, De macios, ficaram amargos. De sorrisos, movem ao contrário. De mordidas, engolem soluços. Porque não … Continuar lendo

Publicado em Crônicas & Poesias | Marcado com , , , , , | Deixe um comentário

Espaço Democrático nas Redes Sociais: quem perde e quem ganha com esse Projeto de Lei sobre Ponto Facultativo


A realidade do interesse legislativo brasileiro Continuar lendo

Publicado em Cidades, Crônicas & Poesias, Diversidades, Opinião, Política, Utilidade Pública | Marcado com , , , , , , , , , , , , | 1 Comentário