Arquivo do mês: fevereiro 2016

Flores-Tatu: Hermínias!


Viva as Hermínias! Cada vez mais raras, Mais cansadas Sendo flores-tatu… Ora canastra, ora bola… Mas sempre se adaptando Para poderem ser mães Daquelas de verdade, Que perde a voz até dormir… Que ama, chora, se esconde, implora Para fazer … Continuar lendo

Publicado em Crônicas & Poesias | Marcado com | Deixe um comentário

Poema de 7 faces por um Carlos Drummond de Andrade


Quando nasci, um anjo torto desses que vivem na sombra disse: Vai, Carlos! ser gauche na vida. As casas espiam os homens que correm atrás de mulheres. A tarde talvez fosse azul, não houvesse tantos desejos. O bonde passa cheio … Continuar lendo

Publicado em Crônicas & Poesias | Marcado com , | Deixe um comentário

Aborrecimentos e Escolhas


Há coisas que me aborrecem. Situações que penso: “-puxa! Por que não eu?/pensei que era comigo…”, mas estava cá analisando: Escolhas. Eu estive na posição de escolher e de alguma forma, excluí aquilo que ora lamentei. Na vida, às vezes … Continuar lendo

Publicado em Crônicas & Poesias | Marcado com , , , | Deixe um comentário

Entre Feiras, Talentos e Riquezas


Tive um namorado que adorava comer em feira, adorava comida de feira. Não que ele não pudesse ou conhecesse outros lugares mais “refinados” por assim dizer, o fato é que ele realmente gostava. Aliás, ele gostava de tudo de feira: … Continuar lendo

Publicado em Crônicas & Poesias | Marcado com , , , , , , | Deixe um comentário

Mãe sabe tudo. Vó, mima.


Passo a desconfiar que pela mesma razão que os tímidos, são tímidos para chamar atenção; os chatos para comer, são chatos para que se lhes ofereça mais vasta gama de opções de comida. Quando eu era criança, minha mãe dizia: … Continuar lendo

Publicado em Crônicas & Poesias | Marcado com , , , | Deixe um comentário