Planos B


Fiquei a pensar hoje, o quão terrível é uma vida repleta de planos B.

Ter um plano B, não é ser organizado, responsável e “pensar em tudo”. Na verdade, quem pensou em um plano B, admitiu primeiramente a si mesmo, que, apesar de todo seu esforço e competência, esmero e dedicação para executar determinada tarefa ou plano… é falível.

Sim, ter um Plano B é dizer que o plano A pode não ser tão bom, pode não dar certo, está cercado de “e se…”.

O plano B é a aposta solitária na noite insone de que todo seu esforço podia ser vão, inútil, pode ser arrebatado a qualquer instante.

Plano B é insegurança, não virtude.

Plano B é sombra, tumulto. Sorrateiro, é um ladrão! Pois a qualquer momento, ele pode simplesmente ser o substituto do plano A.

Refletindo sobre essas questões, anotei para mim mesma o quão terrível é uma vida cheia de planos B, cheia de inconstâncias, receios, temores, dúvidas, falhas.

O plano B pode até substituir o plano A, mas nunca terá sido a primeira opção, mas a reserva, o cálculo, aquilo que se manteve escondido, mesmo acalentado, até que a primeira opção não servisse mais, não coubesse mais.

Como dizia meu ex-marido: o segundo lugar é sempre o primeiro que perdeu.

E emendo: ainda que leve o troféu, caso A não o possa/queira receber, o plano B terá sempre a memória de que não era o A.

Só não era. Não era o primeiro pensamento, não era a primeira opção, não era o queridinho que recebia todo o mérito de parecer perfeito!

O Plano A sempre vai ter isso, ainda que B ganhe a parada.

Num mundo cheio de planos B (ou todo o alfabeto) eu só tenho um desejo hoje: Não ter segundas opções.

Que todos os meus amores, planos, projetos, rascunhos, se concretizem, se tornem constantes, sejam exatamente o que foram pensados e sentidos para ser. Não quero ter opções, não quero ser opção, eu quero viver com a calma, a fé, o amor e a esperança de que eu escolhi, pensei, senti, desejei o mesmo que Deus planejou pra mim.

Anúncios

Sobre Carmen Goncalves

Entusiasta da Arte de Escrever!
Esse post foi publicado em Crônicas & Poesias e marcado , , . Guardar link permanente.

O que isso lhe fez Pensar?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s