Intrusa em ti


A mistura entre a felicidade e a paz,
Está em teu nome.
E também tempestades e hecatombes.
A mistura entre o sorriso e a pressa,
Entre a poesia e a lágrima,
Entre a música e a palavra,
Teu nome está entre tudo isso.
Teu nome é lúdico.
É a refrega e o abate,
É a dor, o desastre,
E é a redenção e és único.
Em teu nome, cabe um mundo!
Desconhecido, desassombrado,
Calmo e também tumultuado.
Teu nome passa devagar em meus lábios,
E eu sorrio para isso.
Em teu nome está a beleza e a história,
A arte e a memória,
O sabor e a textura…
E o pronuncio sem usura…
O teu nome preenche minha agenda,
Minha memória e minha lenda.
O teu nome.
E em teu nome, eu caibo, muda…
E medito até faltar o ar…
Pois para entendê-lo, preciso de tua ajuda.
Me segura! Ajuda-me a comprender as tuas dúvidas,
Ajuda-me a ler a ti calado,
A observar teu sono e teu passo…
Ajuda-me a não ser uma intrusa.

Anúncios

Sobre Carmen Goncalves

Entusiasta da Arte de Escrever!
Esse post foi publicado em Crônicas & Poesias. Bookmark o link permanente.

O que isso lhe fez Pensar?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s