Como Penélope


Eu te amo como o céu de estrelas dessa noite…e te amo como os céus dos céus, com todas as estrelas criadas ou por criar. Eu te amo com a eternidade do que se conhece e com todos os medos e todas as paixões dum marinheiro antigo que só tinha o desconhecido e assim mesmo partia…
Eu te amo como Penélope, que esperava Odisseu voltar.

Sobre Carmen Goncalves

Entusiasta da Arte de Escrever!
Esse post foi publicado em Crônicas & Poesias. Bookmark o link permanente.

O que isso lhe fez Pensar?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s