Poema do Esquecer


Se eu pudesse…

eu mudaria, reescreveria, construiria

Se eu pudesse…

não haveria adeus, nem partida, nem lágrima

Se eu pudesse…

não teria dificuldade, barreira, diferença

Se eu pudesse…

tudo seria bom pra você e pra mim

Porque o mundo que eu quero não cabe aqui

O mundo que eu quero tem amor, cor, sabor

O mundo que eu quero tem alegria, sorriso, você

O mundo que eu quero eu tenho que construir

E pra haver o novo, precisa haver destruição

desolação, angústia, mágoa, paixão…

O mundo que eu quero tem até o que eu não gosto

Tem coisas que não conheço

E que você me apresentou.

O mundo que eu quero é guardado num cantinho

alto e isolado que esse mundo achou

E aí eu perdi tudo.

Você como marca, como lembrança, como falta

Você como passado, como sonho, como névoa

Você queimando em placas de aço

E no círculo dourado que guardei.

E eu não posso tocar-te

E eu não posso querer-te

E eu não devo existir pra você.

O mundo que eu quero, eu não posso ter.

Anúncios

Sobre Carmen Goncalves

Entusiasta da Arte de Escrever!
Esse post foi publicado em Crônicas & Poesias e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

O que isso lhe fez Pensar?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s